09/09/2012

Animais no casamento

Olá meninas,

estou postando agora porque amanhã cedo viajo para a casa da minha irmã e vai ser mais difícil aparecer aqui esta semana, mas farei de tudo.
To indo lá curtir essa coisa linda aqui, minha sobrinha :)

Vim falar sobre a participação de animais nos casamentos. Ainda é muito raro, mas muitas pessoas fazem questão da participação deles e eu acho demais!
Aqui no Brasil poucas igrejas aceitam, geralmente só as igrejas que têm São Francisco de Assis como padroeiro aceitam. A alternativa é fazer a cerimônia em local aberto mesmo

Trouxe aqui pra vocês algumas dicas:


- Antes de tomarem qualquer tipo de decisão verifiquem se o local da cerimónia, ou da recepção do casamento permite animais;
- Depois de ultrapassarem as restrições que podem existir relativas à incorporação do animal de estimação, falem com um ou dois dos convidados, amigos e familiares que gostem do animal da mesma forma que vocês, e com os quais ele esteja costumado. Perguntem a essas pessoas se não se importam de tomar conta dele. Não se esqueçam de agradecer; saibam que por muito que o vosso tio adore o vosso animal, não quer dizer que não seja uma tarefa difícil para ele.
- Decidam qual o papel do animal de estimação no casamento. Tenham em mente o temperamento do animal. Se tem um pássaro como animal de estimação será que ele tem de estar sempre dentro da gaiola, ou fica quieto no ombro de alguém? Se tem um gato, talvez seja difícil ficar quieto devido ao seu temperamento natural, e ao facto de estar na presença de muitos desconhecidos. No caso de ser um cão, se este for um cachorrinho que ainda não aprendeu as regras, não é justo esperar que esteja quieto.
- Levem o animal aos preparativos para o grande dia; sempre que possível levem-no quando forem visitar o local da cerimónia ou da recepção, para que ele se habitue.
- Se ele for usar algum adereço como um laço ou almofada das alianças, habituem-no a usar estes itens, treinem com ele, e recompensem-no pelo esforço, oferecendo-lhe comida da qual ele gosta e elogiem a sua prestação. Façam disto uma experiência positiva não só para vocês mas também para o animal.
- Preparem-se para situações que não estão previstas, e sejam flexíveis quanto a elas. Não importa o quanto tudo está planeado, nunca nada é certo com um animal de estimação participando. Preparem-se para os “acidentes” do animal, e preparem-se para terem de limpar. Preparem-se também para excluírem o animal, levando-o para casa, no caso dele se sentir desconfortável com a situação; talvez ele se sinta mais feliz em casa com o seu brinquedo favorito.

Eu quero!!


Fontes: O Nosso Casamento, iG

2 comentários:

  1. Muito linda sua sobrinha! Aproveite muitooo :D

    Adorei as dicas, pretendo incluir nossa tartaruga pelo menos na nossa e-ssession! :D


    Bjs

    Blog: Blog Worspite Noivas

    Sorteio de um Buquê: *Clique Aqui e participe!*

    ResponderExcluir
  2. Sua sobrinha é muito linda, tem que curtir ela mesmo... mas vê se não some hein!

    Eu queria muito que meus peludos (cachorros) estivessem comigo no meu casamento, minha sogra fala que eu e o noivo se pudessemos só convidaríamos os cachorros e gatos da vida...rsss
    Mas os meus são bagunceiros demais eles não iriam se comportar...rsss

    Adorei as dicas que vc colocou
    Beijos

    ResponderExcluir

 
Casando Sem Regras ©Template por 187 tons de frio. Resources: Deeply // Ava7